domingo, 30 de abril de 2017

Melvin Jones (1879 - 1961)


Melvin Jones nasceu a 13 de janeiro de 1879 em Fort Thomas e destacou-se como fundador do Lions Clube International.
Como membro do Círculo de Negócios de Chicago, um grupo de empresários que se reunia na hora do almoço, Melvin Jones foi logo eleito secretário. Este era um dos muitos grupos da época que se dedicava totalmente a promover os interesses financeiros de seus membros. Devido ao seu apelo limitado, estes grupos estavam destinados a desaparecer. Melvin Jones, contudo, tinha outros planos. "Que tal se os homens", ele perguntou, "que têm sucesso devido à sua energia, inteligência e ambição, usassem seus talentos para melhorar suas comunidades?"
Foi sob sua liderança dinâmica que os Lions clubes conseguiram o prestígio necessário para atrair homens com mentalidade cívica. Em julho de 1950, a Diretoria Internacional concedeu-lhe à Melvin Jones o título de Secretário-Geral Perpétuo e em julho de 1958 o de Secretário-Geral e Fundador do Leonismo.
O fundador da associação também foi reconhecido como líder por outras entidades. Uma das maiores honras para Melvin Jones foi em 1945 quando ele representou Lions Clubs International como consultor na Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional em S. Francisco quando foi criada a Organização das Nações Unidas.
O lema de Melvin Jones era "Não pode ir muito longe enquanto não começar a fazer algo pelo próximo".
Destaque-se que desde 1906 Melvin Jones era membro da maçonaria.
Melvin Jones faleceu a 1 de junho de 1961 em Flossmoor, Illinois nos Estados Unidos da América.



quinta-feira, 9 de março de 2017

Américo Vespúcio (1454 - 1512)

Inteiro postal circulado de Lisboa para Estoi obliterado com carimbo comemorativo alusivo aos 500 anos da morte de Américo Vespúcio

Américo Vespúcio nasceu em Florença a 9 de março de 1454 e destacou-se como mercador, navegador, geógrafo, cosmógrafo italiano e explorador de oceanos ao serviço do Reino de Portugal e de Espanha que viajou pelo, então, Novo Mundo, escrevendo sobre estas terras a ocidente da Europa.
Vespúcio foi uma das primeiras pessoas a referir que o Novo Mundo não era a Ásia.
Como representante de armadores florentinos, o mercador e navegador Vespúcio encarregou-se em Sevilha do aprovisionamento de navios para a segunda e a terceira viagens de Cristóvão Colombo.
Supõe-se que tenha participado de incursões pelo Atlântico desde 1497. Em meados de 1499 passou ao largo da costa norte da América do Sul, acima do rio Orinoco, como integrante da expedição espanhola de Alonso de Ojeda, a caminho das Índias Ocidentais.
A convite do rei Manuel I de Portugal, Vespucci participou como observador em várias viagens que exploraram a costa leste da América do Sul entre 1499 e 1502. Na primeira destas viagens ele estava a bordo do navio que descobriram que a América do Sul se estendia muito mais ao sul do que se pensava.
Ele morreu em 22 de fevereiro de 1512 em Sevilha (Espanha) e foi enterrado no jazigo da família Vespucci, na Igreja de Ognissanti em Florença,

quarta-feira, 1 de março de 2017

Ruy de Carvalho


Ruy Alberto Rebelo Pires de Carvalho, nasceu em Lisboa a 1 de março de 1927 e destacou-se como ator.
Iniciou-se no teatro, como amador, em 1942, no Grupo da Mocidade Portuguesa, com a peça O Jogo para o Natal de Cristo, com encenação de Ribeirinho. Estreou-se profissionalmente, em 1947, no Teatro Nacional (Companhia Rey Colaço/Robles Monteiro), na comédia Rapazes de Hoje, de Roger Ferdinand. No cinema, estreou-se em 1951 e na televisão em 1957.
Ruy de Carvalho recebeu Prémios de Imprensa para o Teatro; Prémios de Imprensa para o cinema; Prémios da Crítica Especializada; em 1998, é galardoado com o Globo de Ouro para a Personalidade do ano; foi galardoado com o Prémio Luís de Camões da Universidade Lusíada, o Prémio Byssainha da Fundação Byssaia Barreto; em 1999, é galardoado com o Globo de Ouro de Melhor Actor.
Em termos de condecorações em 1990 foi-lhe atribuída a Medalha de Mérito Cultural; em 1993 foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique; em 1998 com o grau de Comendador da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada; em 2010 é elevado a Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada; em 2012 foi elevado a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

São Tiago Maior (S. Tiago de Compostela)


São Tiago Maior, também chamado São Tiago Filho do Trovão (Boanerge), Tiago, filho de Zebedeu e São Tiago Apóstolo o Maior, S. Tiago de Compostela, julga-se que nasceu em Betsaida, Palestina. Foi um dos doze apóstolos de Jesus Cristo. Foi feito santo e chamado Maior (mais velho) para o diferenciar de outro discípulo de Jesus de mesmo nome, conhecido como Tiago Menor (mais jovem) e também de Tiago, o Justo, sendo estes últimos possivelmente a mesma pessoa: Tiago, menor; Tiago, o justo; e Tiago, irmão do Senhor.
Segundo a tradição medieval, o corpo de S. Tiago Maior foi identificado num sepulcro em Compostela (onde atualmente se localiza a Catedral).
 S. Tiago morreu em 44 D.C. por ordem do Rei Herodes.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Adelaide Cabete (1867 - 1935)


Adelaide de Jesus Damas Brazão Cabete nasceu em Alcáçova (Concelho de Elvas) a 25 de janeiro de 1867, destacou-se como ativista na defesa dos direitos das mulheres, sendo reconhecida como uma das principais feministas do Séc. XX.
Adelaide Cabete era formada em medicina exercendo a profissão de médica obstreta e ginecologista. Além da sua ocupação de médica dedicou-se ainda ao ensino e à investigação tendo publicado inúmeros trabalho.
Destacou-se na defesa das mulheres grávidas e pobres, as crianças e as prostitutas, contudo era, radical em assuntos de decência feminina, mostrando-se contrária à importação da moda feminina, criticando as saias curtas e recomendando o uso da saia até um palmo do chão.
Como humanista, aplaudiu o encerramento de tabernas e manifestou-se contra a violência nas touradas, o uso de brinquedos bélicos e outros assuntos que se revelariam temas vanguardistas para a época, temas esses que ainda mantêm a sua atualidade.
Foi pioneira na reivindicação dos direitos das mulheres, presidiu ao Conselho Nacional das Mulheres Portuguesas, nessa qualidade reivindicou para as mulheres o direito a um mês de descanso antes do parto e em 1912 reivindicou também o direito ao voto feminino, sendo em 1933, foi a primeira e única mulher a votar, em Luanda, onde viveu.
Adelaide Cabete faleceu a 14 de setembro de 1935, em Lisboa

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Robert-Houdin (1805 - 1871)


Jean-Eugène Robert-Houdin nasceu a 7 de dezembro de 1805 em Blois e destacou-se como ilusionista. Foi considerado o maior ilusionista de todos os tempos, sendo responsável pela renovação da magia no séc. XX, foi ainda um grande construtor de autómatos.
Robert-Houdin é muitas vezes creditado como sendo "o pai da magia moderna". Antes dele, os espetáculos de magia eram realizados em mercados e feiras, mas com Robert-Houdin  a magia era realizada em teatros e festas privadas. Ele também optou por usar roupas formais, como as de seu público. Ele defendia que todos os programas de magia deve ser organizado de modo um truque baseia-se uns aos outros. Uma surpresa deverá conduzir a uma surpresa ainda maior. Alguns dos truques e ilusões apresentados por  Robert-Houdin tornaram-se clássicos tal como o Second Sight, A suspensão Etherea, A Laranjeira Maravilhosa entre outros.
 Robert-Houdin faleceu a 13 de junho de 1871 em Saint-Gervais-la-Forêt, França.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Emília de Sousa Costa (1877 - 1959)


Emília de Sousa Costa nasceu em Lamego a 15 de novembro de 1877,  e destacou-se como escritora e ativista em prol do direitos das mulheres.
Escritora multifacetada, empenhou-se sobretudo na literatura para crianças e jovens (traduziu vários contos dos irmãos Grimm para português, para além da produção de obras originais), distinguindo-se, ainda, como defensora da emancipação social e cultural da mulher e pelo seu empenho no auxílio às crianças necessitadas. Considerada, pela tradição literária, um dos mais sólidos valores da literatura feminina em Portugal, da primeira metade do século XX, publicou mais de uma centena de obras literárias, algumas traduzidas em espanhol e italiano, e integrou uma geração de mulheres que se distinguiram pelo seu ativismo na conquista de direitos cívicos e políticos. 
Refira-se ainda que Emília de Sousa Costa contribuiu para a criação da Caixa de Auxílio a Raparigas Estudantes Pobres, julgando-se ainda que esteve ligada ao Conselho Central da Federação Nacional dos Amigos das Crianças e que teve atividade docente na Tutoria Central de Lisboa, que acolhia crianças abandonadas ou delinquentes.
Maria Emília Costa, faleceu a 7 de junho de 1959 no Porto.

Outras mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...